Alpes Literários

Alpes Literários

Subtítulo

UM PASSEIO PELOS ALPES LITERÁRIOS

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Allen Ginsberg - Poema de amor sobre um tema de Whitman ‎

Ginsberg, poeta desabusado, traz à tona os questionamentos maiores sobre a sexualidade humana, fazendo-os pairar num espaço além da heterossexualidade e da monogamia, neste caso, tendo por mote passagens sobre o tema presentes em “The Sleepers” e excertos de “Song of Myself”, ambos de Walt Whitman (GISNBERG, 2010, n. 177, p. 208).

Ao adentrar o dormitório para se pôr entre os amantes, revela-se em Ginsberg um impulso sexual que ele imagina natural ao nível do inconsciente das pessoas, muito embora não abertamente expresso, em face dos interditos de ordem moral impostos pela sociedade. E se fala de sexo assim tão abertamente, nas cercanias do pornográfico, talvez seja para livrar a homossexualidade de seu lugar de marginalidade e exclusão.

J.A.R. – H.C.

Allen Ginsberg
(1926-1997)

Love poem on theme by Whitman

I’ll go into the bedroom silently and lie down
between the bridegroom and the bride,
those bodies fallen from heaven stretched out
waiting naked and restless,
arms resting over their eyes in the darkness,
bury my face in their shoulders and breasts,
breathing their skin,
and stroke and kiss neck and mouth and make
back be open and known,
legs raised up crook’d to receive, cock in the
darkness driven tormented and attacking roused up
from hole to itching head,
bodies locked shuddering naked, hot lips and buttocks
screwed into each other
and eyes, eyes glinting and charming, widening into
looks and abandon,
and moans of movement, voices, hands in air, hands
between thighs,
hands in moisture on softened lips, throbbing
contraction of bellies
till the white come flow in the swirling sheets,
and the bride cry for forgiveness, and the groom
be covered with tears of passion and compassion,
and I rise up from the bed replenished with last intimate
gestures and kisses of farewell –
all before the mind wakes, behind shades and closed
doors in a darkened house
where the inhabitants roam unsatisfied in the night,
nude ghosts seeking each other out in the silence.

Tríade
(Felix Nussbaum: pintor judeo-alemão)

Poema de amor sobre um tema de Whitman

Entrarei silencioso no quarto de dormir e me deitarei
entre noivo e noiva,
esses corpos caídos do céu esperando nus em sobressalto,
braços pousados sobre os olhos na escuridão,
afundarei minha cara em seus ombros e seios, respirarei
sua pele
e acariciarei e beijarei a nuca e a boca e abrirei e
mostrarei seu traseiro,
pernas erguidas e dobradas para receber, caralho
atormentado na escuridão, atacando
levantado do buraco até a cabeça pulsante,
corpos entrelaçados nus e trêmulos, coxas quentes
e nádegas enfiadas uma na outra
e os olhos, olhos cintilando encantadores, abrindo-se em
olhares e abandono,
e os gemidos do movimento, vozes, mãos no ar, mãos
entre as coxas,
mãos na umidade de macios quadris, palpitante contração
de ventres
até que o branco venha jorrar no turbilhão dos lençóis
e a noiva grite pedindo perdão e o noivo se cubra
de lágrimas de paixão e compaixão
e eu me erga da cama saciado de últimos gestos íntimos
e beijos de adeus –
tudo isso antes que a mente desperte, atrás das cortinas
e portas fechadas da casa escurecida
cujos habitantes perambulam insatisfeitos pela noite,
fantasmas desnudos buscando-se no silêncio.

Referências:

Em Inglês

GISNBERG, Allen. Love poem on theme by Whitman. In: __________. Collected poems: 1947-1997. The Green Automobile (1953-1954). New York, NY: HarperCollins Publishers, 2007. p. 123. (First Harper Perennial Modern Classics Edition Published 2007)

Em Português

GINSBERG, Allen. Poema de amor sobre um tema de Whitman. Tradução de Claudio Willer. In: __________. Uivo, kaddish e outros poemas. Tradução, seleção e notas de Claudio Willer. 2. ed. Porto Alegre, RS: L&PM, 2010. p. 208-209.

Nenhum comentário:

Postar um comentário